quinta-feira, 6 de outubro de 2005

O CIRCO

Depois de um longo inverno estou de volta...rs.

Confesso que ando muito preguiçosa no que diz respeito a atualização do blog, mas vamos lá...

Ontem, buscando algo interessante para assistir na tv acabei me detendo no programa Super Pop - ok, ok, não é um programa interessante e também não aguento mais do que 1 minuto de Luciana Lenta Gimenez - mas o que me fez parar ali foi a "acareação" entre o casal mais falado no momento.: Helen (ex-Fama) e Milton.

Bom, todos já conhecem a história em que Helen foi agredida covardemente pelo namorado. Um fato que poderia servir de lição para muitas mulheres que infelizmente passam por estas situações, foi transformada em um verdadeiro circo.

A minha opinião a respeito do que estou vendo, muitos não irão concordar. Como mulher deveria estar incondicionalmente ao lado da Helen, mas não estou. Bom, deixa eu me explicar...

Em primeiro lugar quero dizer que não estou julgando ninguém, até porque não temos esse direito, apenas estou dando a minha opinião. É muito fácil para nós que não estamos vivendo a situação dar algum pitaco. Mas vivi, ou melhor,tive uma relação que poderia ter seguido o mesmo caminho se eu não tivesse tomado uma atitude na época.

Voltando ao caso Helen e Milton, pelo que me pareceu ontem, existem detalhes pesados em todo o processo: agressões, pedofilia, incesto,traições....enfim,detalhes realmente dignos de um romance policial ou seria a la Nelson Rodrigues?

Não vou redimir a culpa do Milton. Ele foi covarde e ponto. Mas também não vou defender totalmente a Hellen. Ela é vítima sim, mas tudo isso chegou ao ponto que chegou por culpa dela também. Se na primeira vez que ela tivesse sido agredida ou, sendo mais complassiva, nas agressões posteriores ela tivesse denunciado , tivesse vergonha na cara e amor próprio, o fato teria sido encerrado há muito tempo.

Nada justifica agressão física, mas ela não era uma pessoa largada na vida, sem família, sem instrução, ela poderia ter pego as rédeas da situação, ter pedido ajuda, ter feito algo a favor próprio e não deixar chegar onde chegou e fazer dessa história uma forma de se promover e estar na mídia. Uma história que deveria estar servindo para ajudar pessoas que vivem a mesma situação está sendo tratado de forma irresponsável, como um verdadeiro.

Vejo várias contradições. Ela dizia que estava em cárcere privado, mas saía pra fazer show. Como pode? Será que ela não poderia ter pedido ajuda a alguém? Um dia ela diz que ele sempre foi ciumento, depois diz que foi apenas após o programa Fama? Tem que decidir né? E por que ela ligava para ele depois de tudo que aocnteceu? Ele a pegou fazendo "brincadeira" com o filho dele de 6 anos ( e que parece ter desencadeado essa agressão toda, pois consta nos autos). Ela diz que ele começou a bater nela para dar uma lição, mas não diz o motivo e ele a incita o tempo todo para que diga o motivo e ela não diz( o que nos leva a imaginar que poderia ser verdade o caso do filho). Acho que nessa história toda, os dois mentem demais e como disse o psicólogo que estava presente ao programa, os dois mentem com propriedade, os dois são doentes.

Hoje ela iria ao programa para cantar ( hummm está dando certo todo o merchan) e logo, logo veremos um cd dela nas lojas e não ficarei admirada se o tio "protetor" se torne seu empresário. Aí me pergunto: por que esse mesmo tio não fez algo para tirar a Hellen dessa situação?Ah, também não ficarei admirada se daqui a um tempo o casal se reconcilie. Vamos aguardar o desfecho dessa história.

Quando disse que isso quase aconteceu comigo, digo quase porque ele nem chegou a me tocar,mas teve a intenção. Algo que eu sempre dizia a ele era o seguinte ( pq ele já tinha histórico de violência), que no dia que ele tivesse a intenção ou chegasse a me tocar acabaria qualquer relação entre a gente. Porque sei que se eu deixasse o respeito acabaria e uma relação sem respeito não se sustenta.

O amor e o respeito que sinto por mim são maiores do que qualquer coisa.

Nós mulheres podemos ser frágeis (fisicamente) mas podemos reverter situações como esta. Não adianta imaginar que será diferente. Se deu uma chance e a violência aconteceu novamente, amiga, isso não vai mudar enquanto não tomarmos as rédeas. Temos que ter respeito por nós. Temos que ter amor próprio acima de tudo. Não devemos colocar o amor que sentimos pelo o outro na frente. Nós somos mais importantes.

Não podemos deixar o medo nos paralizar. A situação só se encerrará quando uma atitude for tomada. Infelizmente muitas ainda se calam,muitas têm medo, muitas ainda sofrem violência e sofrem silenciosamente. Temos que denunciar! Temos que tratar desse assunto com seriedade e não apresentar espetáculos circenses,como este que estamos assistindo.

5 comentários:

Kall disse...

Querida prima,tb não aguento mais essas palhaçadas via tv,e olha que ja fui muito de acompanhar isso,mas hoje vc o tempo que perdi vendo esses circos.
Sobre esse lance da Ellen sei pois tudo começou no programa da Ana Maria, 1º pedido de ajuda foi la,e até então o que ela e a familia queria era um tratamento para o braço e perna da Elen,coisa que gentilmente a Ana conseguiu,mas no programa da ana ela nao quis ir e nem falar(sera que é pq o programa passa pela manha e nem tem tanta audiencia como um programa noturno)??.
Qdo vi fiquei horrorizada,com tudo o que ela contou e tal,comentei com minha mae e minha vó,qdo para minha surpresa uns 2 dias depois quem esta no programa da Anta Gimenes(ops Luciana..rs)a "popria"..rs.
Qdo vi por onde começou a ir a conversa entendi,tudo não passa de uma propaganda para ela.Pena que estão usando um tema sério d+ para se promover.
E como vc disse Aninha para que isso nao aconteça,nos mesmas temos que tomar rédias dasituação e por um ponto final.Infelizmente to vendo isso acontecer na minha vizinhaça.Como disse a minha mae homem se conseguir por a mao em mim sera 1 unica vez,pois depois disso ele nunca mais me vera.Bjo grande prima e bom fds.saudades de vc viu.

LUA NEGRA disse...

Oi querida! tb estou voltando, apesar de estar chateada com algumas coisas....mas senti falta desses cantinhos amigos (os blogs)....espero que vc esteja bem :)
um lindo FDS pra vc!
beijos enluarados

Elza disse...

Aninha, boiei... nem imagino quem sejam Helen e Milton e muito menos descobri o que ocorreu entre eles. Sorry minha ignorância. Bom fds. Bjkª da Elza

Claudia disse...

Eu tb não duvido nada se eles voltarem na boa.. tem mulher que não aprende mesmo viu.. fico revoltada com isso... se deixam chegar ao fundo do poço... e como vc disse respeito e amor por si proprios... menina beijo grande pra vc

Patty disse...

Querida, vc está certa ao dizer q muitas mulheres podem dar umm basta na violencia q sofrem. POdem sim, infelizmente muitas ficam caladas pq deixam os motivos serem maiores do que seu amor próprio. Qto ao caso q vc relatou, eu boiei pq não sei de uqem se trata, mas eu detesto essa coisa de lavar roupa suja na TV, essa droga de brigar por audiencia as custas das misérias humans..Ecaaaaaaaaaaa...
Bom, um beijo pra vc q bom q vc atualizou..eu te linkei lá pra voltar sempre.