segunda-feira, 5 de setembro de 2005

VOCÊ ENTENDE AS PESSOAS?

Há alguns dias venho pensando em como é difícil entender as pessoas (tudo bem, você pode dizer que o ser humano é complexo e concordo) mas sempre buscamos entendê-las, ou pelo menos aquelas que nos são queridas.

Fico triste quando percebo o quanto as pessoas podem ser egocêntricas. Pensar apenas nelas, nelas e nelas.

Fico triste em ver o quanto as pessoas estão se tornando descartáveis. O quanto os relacionamentos estão descartáveis e principalmente, o quanto os sentimentos se tornaram descartáveis.

Essa sensação é ruim.

Acho que, na verdade, o meu maior problema é acreditar nas pessoas.

Acreditar que realmente faço a diferença na vida de alguém,mas sinceramente, tem horas que me sinto como o estepe ou aquele copinho de plástico que você usa , depois amassa e joga fora.

Não vou generalizar, dizer que me considero assim na vida de todos. Na verdade esse pensamento é bem direcionado e quem já me acompanha desde o outro blog sabe que, quando algo me incomoda, escrevo para que desta forma eu não acabe com uma úlcera.

O pior de tudo isso é não entender o motivo da indiferença. E pensar: o que foi que eu fiz?

Sempre buscamos respostas em nós, quando na verdade está no outro.

Acabei me tornando indiferente também, calada e várias vezes reverti situações parecidas quando eu realmente fazia algo que pudesse comprometer essa amizade. Mas hoje, cansei. Não quero migalhas de amizades. Quero realmente sentimentos verdadeiros.

Sinto falta dos papos leves de outrora. Mas se hoje já não existem, não vou forçar. Até porque o encanto vai acabando.

Como todo sentimento a amizade precisa ser cultivada como um jardim, adubada e tratada com carinho. Mas se você passa a deixá-la no esquecimento, não rega, não cuida, tende a secar, as folhas caem e assim aquela beleza passa a não existir mais.

Mas tudo na vida tem suas compensações.

Hoje estou vivendo um momento de mudanças. Mudanças no quesito de aprendizado, de auto-conhecimento. E o melhor de tudo, é que num ato de "ousadia" minha..rs,uma nova amizade surgiu, está me fazendo muito bem e essa pessoa nem imagina o quanto.

Uma porta pode estar se fechando, mas uma janela está sendo escancarada.

E quero dizer também, que o teor do post pode estar meio down, mas na verdade estou bem, apenas queria escrever algo que estava preso.

Sou feliz!

Não é porque uma pessoa me ignora que deixarei meus dias tristes.

Tenho estrelas que estarão sempre brilhando no céu.

Tenho flores no meu jardim que estarei sempre cuidando.


7 comentários:

Elza disse...

Aninha, sabe o que eu faço quando me sinto descartável e descartada??? Penso cá comigo: que bom que aconteceu agora. Imagine se demora muito tempo e eu me machuco de verdade... e viro a página. Eu também fico me observando para ver se eu não faço o outro descartável ou descarto alguém sem mais nem menos... Cuido dos sentimentos alheios. Bjkª da Elza

kall disse...

Prima é umas das coisas que mais tem me incomodado tb.odeio mentiras,joguinhos de interesses etc,se é para gostar de mim tem que gostar como sou e com o que tenho que oferecer que é a minha mais pura e sincera amizade,mas infelizmente isso não tem contado nos dias de hoje e as pessoas tem nos dexado de um dia para o outro sem dizer adeus.
Meu mal é ser dependente de gente de amizades,queria ser igual meu pai que é indiferente a isso,mas não sou e nunca serei pois ser e ter amigos e essencial para mim.
Mas como dizem antes vc ter poucos mais fieis amigos do que muitos e estar sem um verdadeiro para os seus piores momentos.
Prima um beijo carinhoso.

TADEU NOGUEIRA disse...

OXE,ACHO QUE NUNCA TEREI ÚLCERA ENTÃO,RSS,GOSTO DE TU PQ VOLTA E MEIA VC DETONA O QUE TE PERTURBA,CONTINUE ASSIM,SOU DO TIME DO MATA OU MORRA TAMBÉM.UM CHEIRO.

Alan disse...

Não pude resistir e passar aqui pra registrar que adorei o texto e torço pra que as pessoas que te descartaram um dia percebam a besteira que fizeram; que o seu céu seja sempre cheio de estrelas a brilhar...por cima das nuvens mais cinzas, por cima de qualquer tempestade...sempre haverá o sol a luzir. Beijão.

Anônimo disse...

Muito legal o que vc escreveu sobre amizade,as pessoas hoje em dias não só descartam amigos, mas também verdadeiros amores,por pensarem em estar agindo da maneira mais correta.É uma pena que as pessoas sejam assim...Tem uma frase que diz:...Entenda que amigos vão e vem , mas não abra mão de uns poucos e bons...todos deveriam saber o verdadeiro significado disso.

Aninha ( daqui mesmo) disse...

É uma pena que você não tenha se identificado, anônimo(a). É uma pena mesmo que as pessoas sejam desta forma, descartando amizades e grandes amores. E penso que, ao descartar um grande amor, principalmente qdo acontece do destino ajudar o reencontro, abrir mão, achando que está fazendo a coisa certa,acho que é um ato de covardia tb.Essa frase que vc deixou, se não me engano, é do texto filtro solar ( tenho até o vídeo salvo no meu pc), e que acho belíssimo. Infelizmente mesmo que nem todos conseguem entender o significado.
Muito obrigada pela visita, pelo comentário. Espero que volte mais vezes e se identifique. Gosto de saber o nome das pessoas que se identificam com o que escrevo.

A viajante disse...

Ah, maninha... sabe qual eu acho que é a palavra para isso?! "Enfado", "cansaço"... Sei lá, como explicar de forma clara em poucas palavras... mas, eu me sinto cansada dessa hipocrisia de quem finge ter conteudo e não tem, apenas para "sair bem na foto". Acho que é por isso que eu tenho um certo "pavor" de promessas... parece que elas são feitas apenas para serem quebradas... Eu não sei... Só sei que me sinto cansada de tantos "poréns" e tantas 'amizades', 'amores', 'promessas' que ao serem expostos a luz, mostram que eram apenas efeitos de sombra... vc entende o que eu quero dizer né?
Já que não posso mudar ninguem, eu posso pelo menos observar para ver se eu estou agindo assim com alguem. Tentarei mudar a única pessoa do mundo a quem posso mudar: eu mesma! (entende agora pq eu uso esse nick no messenger de vez em quando, e de quando em vez?!) rsrsrsr... Beijocas...
Que nós saibamos ver melhor, o que é passageiro e o que não é. E consequentemente, não sofrer pelo primeiro, e saber sempre melhorar o segundo!

Beijocas, se cuida!