domingo, 29 de janeiro de 2006

ESTOU DE VOLTA....NOVAMENTE



A viagem durou mais do que imaginei e desta vez, repleta de acontecimentos. É engraçado como sempre esperamos que tudo ocorra da mesma maneira mas algo muda o rumo dos acontecimentos.Bom, na verdade já deveria imaginar que esta seria diferente das outras logo no começo. A princípio foi o fato de não conseguir falar com a pessoa que me passaria o nome do hotel em que eu ficaria, uma vez que eu chegaria na cidade as cinco da manhã.

Eu disse cinco da manhã? É, este seria o horário em que eu chegaria segundo a moça do guichê. Na verdade cheguei as 3 da manhã. Uma pequena diferença de 2 horas que para mim foi terrível, afinal com quem falaria a esta hora?

Resolvo, inocentemente, perguntar ao motorista do ônibus:

Eu: Moço, o horário para chegar aqui em Maceió não era às 5?
Ele: Ô minha filha, só se eu viesse de ré!! ( um poço de educação!)
Eu: Mas quando eu comprei a passagem me disseram que era este horário e me lembro bem que são 6 horas de viagem ( insistindo , como se fosse adiantar alguma coisa)
Ele: ahhhhhhhhhhh, informaram errado. Comigo a viagem é nesse tempo.
Eu: Não me admira tanto acidente na estrada, pq adiantar um pouco é até admissível com pouco movimento na estrada, mas adiantar duas horas, o senhor veio com o pé fundo mesmo...bla bla bla ( estilo Ana Paula de ser!)

O jeito foi tomar um café por alí mesmo, esperar o dia amanhecer e poder fazer alguma coisa.

Ah,quando alguém precisar de informação sobre a rodoviária de Maceió é só falar comigo, pois praticamente acampei por lá durante 7 horas. Conheci o povo do turno da noite e da manhã.,todas as lanchonetes e posso dizer em qual o café é melhor, até ajudei a um casal de americanos comprar passagem porque a coitada que ficava no balcão de informação não soube indicar-lhes o guichê. Resumindo, as 11 da manhã chegou o meu salvador depois que o pessoal de Recife entrou em contato com um dos sócios do evento, que Graças a Deus, acorda cedo..rs. Agora cá pra nós, tem coisa mais irritante do que celular desligado quando precisamos falar com alguém????

Tirando esse contratempo, gostei muito de Maceió e das pessoas que conheci por lá. Achei-os bastante hospitaleiros, simpáticos. Teve um dia que entrei numa loja para pedir informações e saí de lá amiga de infância da moça que trabalhava lá..rs...até me chamou para almoçar na casa dela, além de me dar todos os telefones e e-mail..rs.

Depois de Maceió, o destino foi Recife. Tive momentos de muita emoção..rs...e pra variar, nada comigo pode ser normal.

Um dia voltando da praia, estou lá embaixo do chuveiro, shampoo no cabelo, ouço um tiro..até aí td bem, pois imaginei que era numa favela perto. Depois o segundo e logo umas batidas na porta que pareciam que ía derrubar: ABRE ANA, ABRE...TEM LADRÃO NA CASA..

Abro a porta, toda molhada ( nua): O QUE FOI LUANA? ( Isso ela corre pro quarto da frente, mas percebe que não tem chave, e esmurra mais a porta ).TRANCA, TRANCA, É LADRÃO!!

Eu: Onde, dentro de casa?
Luana: Não, no quintal.
EU: cadê a Melânia ( tia dela e que estava recém operada, sem poder correr)
Luana: Mandei se trancar no quarto, sei lá, eu só fiz correr

Me enrolo na toalha, cabelo ainda cheio de shampoo, corro pra saber dela: MEL VC ESTÁ BEM??
Mel: Estou, estou fechando as portas que a Luana deixou aberta.

O caso foi o seguinte: 3 ladrões assaltaram o restaurante que fica a duas casas desta onde eu estava. O alarme disparou e a NE Segurança apareceu. Oa caras pularam pelos muros das casas para escapar e chegar até a rua em que eles poderiam fugir. Um deles foi preso na casa onde eu estava. O segurança e a polícia prontos para atirar, mas graças ao vizinho que conseguiu manter a calma, pediu ao ladrão para descer do muro sem que os caras precisassem atirar.

Depois de passado o susto só nos restou rir da situação. Ah, enquanto a polícia prendia o cara, minha amiga aproveitou pra pedir um gelo pro vizinho pra tomarmos uma dose..rs. Mas o pior mesmo foi com a outra vizinha que estava se mudando naquele momento e teve uma recepção dessas. Não preciso dizer que a coitada só faltou colocar as coisas de volta pro caminhão e sumir dalí..rs.

Então é isso. Hoje vim apenas dizer que estou de volta e contar um pouquinho do que aconteceu comigo nestes dias.

4 comentários:

Patty disse...

Ufa Aninha q susto.
Bom,qdo eu for conhecer o nordeste serás minha guia...rs
Um beijo e bom q estás de volta.

Elza disse...

Olá, passei por aqui e estou fugindo do ladrão até agora kakakakak. Bjkª. Elza

Anônimo disse...

Sem querer caí em seu blog, adorei a história da viagem, de trágica virou cômica, parabéns pelo seu bom humor...Raquel

Anônimo disse...

Incidentes - do bem - que tornam nossas viagens inesquecíveis.
Depois conte mais um pouco para nós.
Voce é Dez!
samir